sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Aula 01 - Gráficos e Receitas


O trabalho do Crochê é apresentado de duas formas para que possa ser compreendido por seus executores: em Gráficos e em Receitas.

GRÁFICOS


Os Gráficos são desenhos detalhados dos pontos que serão necessários para a completa execução da peça.    Também são chamados de ESQUEMAS. O gráfico, muitas vezes, já permite ao observador, imaginar em que resultará o trabalho. Veja um exemplo de gráfico:



Você pode perceber facilmente que este Gráfico resultará em uma mariposa. Esta é uma vantagem dos gráficos. Eu, pessoalmente, gosto muito deles. 

Um outro modelo de Gráfico que aparece muito no blog é o Gráfico da sequência do trabalho. Ele é necessário quando o trabalho segue fazendo curvas e mudando de direção com frequência. Serve para o executor do mesmo não se perder e vir a ter que desmanchá-lo para fazer correções. Ele mostra o caminho a ser seguido durante a execução. É muito comum no Crochê Irlandês. Veja um exemplo. É o Gráfico da sequência a ser seguida na confecção da mesma mariposa:


Existe outro modelo de Gráfico que engloba os dois tipos anteriores, com detalhes dos pontos a serem trabalhados e o caminho a ser seguido. Veja: 


Eu, particularmente, prefiro as informações em gráficos separados, mas é possível aparecerem num só gráfico. 

A imagem abaixo mostra uma página com os três tipos de gráficos para o mesmo trabalho. Todos visam facilitar a sua execução.




Agora um pouco mais ampliado, veja de que são formados os Gráficos, agora de uma borboleta:


O que você vê? Números, barrinhas, cruzes mais curtas, outras mais longas, linhas quase fechadas formando um círculo, linhas curvas abertas, bolinhas brancas, bolinhas pretas, etc. Todos estes desenhos representam um tipo de ponto do crochê que será ensinado gradativamente. Todos de fácil aprendizagem e de fácil execução, não se assuste.

Os gráficos também podem representar um trabalho em uma forma geométrica em vez de uma figura de um objeto. 




Podem apresentar a forma de uma folha ou de um ramo:





Ou não apresentar forma nenhuma apenas ensinar uma bela combinação de pontos pra você escolher que forma você dará ao trabalho:





RECEITAS


As Receitas são igualmente importantes. Elas apresentam o trabalho de crochê de forma diferente, e é possível realizar o mesmo trabalho a partir de um gráfico ou de uma receita. É bom ir se acostumando com as duas formas. Pode existir um trabalho maravilhoso em um idioma desconhecido. Se houver gráfico, você não terá dificuldade, pois o gráfico é universal. Ou você pode querer realizar um trabalho para o qual só exista a receita. É bom saber ler os dois.

Um exemplo de Receita de Crochê:


Ponto Arroz em Crochê
Ponto das bordas laterais: Ponto Baixo
Receita:
Corrente de base: Tecer uma quantidade ímpar de correntinhas.
1ª Carreira: Fazer mais duas correntinhas para subir; 1 p.b. na 3ª corr. após a agulha; nas correntes seguintes *1 p.a.d. e 1 p.b*. Terminar a carreira com 1 p.b.
2ª Carreira: Fazer duas correntinhas para virar; fazer 1 p.b. no 1º p.b da carr. ant.; seguir alternando: *1 p.b. sobre o p.a.d. da carr. anterior, 1 p.a.d. sobre o p.b. da carr. anterior*. Terminar com 1 p.b. todas as carrs.

Carreiras seguintes: Repetir a primeira e a segunda carreira, alternadamente.


Esta receita apresenta o mesmo trabalho do gráfico abaixo:



O que você pode ver no exemplo de Receita de crochê? Números, abreviações de palavras, asteriscos, pontos, vírgulas, etc. À medida que for ensinando os pontos básicos, ensinarei ambas as representações, para o gráfico e para a receita. Assim você poderá realizar seus trabalhos a partir das duas formas de representação. Avante!




Postar um comentário