sexta-feira, 16 de novembro de 2012

AULA 3 - Correntinha

Estou iniciando aqui as publicações das Orientações Básicas para a execução dos trabalhos em crochê. 

Para quem está começando, quero dizer que o crochê é um trabalho de fácil execução, desde que você compreenda os gráficos e nomenclaturas dos pontos. É simples, exige apenas um pouco de dedicação e treino para que você consiga executar um trabalho com aspecto homogêneo, o que o deixará muito mais bonito. 

CORRENTINHA


O vídeo abaixo traz uma ótima explicação feita por Sônia Maria a respeito do início do trabalho de crochê. Ela adota uma forma de segurar a linha semelhante à minha e também demonstra a execução do Ponto Corrente ou Correntinha, como é mais conhecida.




Agora observe o PASSO A PASSO que preparei pra você:


1º PASSO: Segure o fio entre os dedos indicador e polegar, de cima para baixo, deixando o fio cair atrás do dedo indicador.


2º PASSO: Prenda com os outros dedos o fio que desce ao novelo. Você precisará disso pra dar firmeza ao trabalho e tencionando o fio.


3º PASSO: Passe a agulha por baixo do fio da esquerda para a direita.


4º PASSO: Gire a agulha para a direita.


5º PASSO: Continue girando, até fazer uma volta completa.



6º PASSO: Observe que o fio ficou torcido abaixo da agulha e que se formou um anel ao redor da agulha. É isso mesmo que precisamos o seu trabalho e veja se você fez igual ao meu. Se fez, parabéns, é assim mesmo. Se o seu ainda não está assim, volte ao primeiro passo e tente novamente até obter o mesmo resultado. Então siga em frente.


7º PASSO: Agora segure firme o seu fio torcido, que está abaixo da agulha, e passe o gancho da agulha por baixo do fio que vem do novelo e que está sobre o dedo indicador da mão esquerda. Com isso você estará fazendo uma LAÇADA NA AGULHA. Não se esqueça. As laçadas na agulha são importantes no crochê. Elas é que vão determinar o tamanho dos pontos. Falaremos mais disso adiante.


8º PASSO: Com o gancho da agulha, puxe o fio da LAÇADA por dentro do anel que esta na agulha, até a agulha sair do outro lado, junto com o fio da laçada.


9º PASSO: Então vai se formar um novo anel na agulha e o anel anterior estará abaixo da agulha. Conta-se então uma correntinha no nosso trabalho. a correntinha que está na agulha NÃO se conta.


10º PASSO: Para dar continuidade, faça outra laçada na agulha.


11º PASSO: Puxe novamente a laçada por dentro do anel que está na agulha. 


12º PASSO: Feito isso, firme as correntinhas entre o indicador, vá deixando que elas passem entre o dedo indicador e o polegar, vá subindo os dedos para perto da agulha enquanto trabalha. Agora é só repetir os passos de dar uma laçada na agulha e puxar por dentro do anel que fica na agulha. Faça muitas vezes para treinar e dar homogeneidade ao seu trabalho. Isso é IMPORTANTE. Um trabalho irregular fica muito feio. Podemos fazer quantas correntinhas quisermos, quantas o trabalho pedir que façamos. TREINE. Faça um cordão de correntinhas, até que sinta que o trabalho está homogêneo, ou seja, as correntinhas estão do mesmo tamanho. 


Acima temos um trabalho com 3 correntinhas. Lembre-se: o anel da agulha não conta.

Vejamos algumas correntinhas abaixo para você comparar com o seu trabalho:


Este trabalho está irregular, com uns pontos mais folgados outros mais apertados. Precisa melhorar



Este trabalho apresenta um defeito decorrente da forma de puxar o fio ou da espessura inadequada da agulha. Parte do fio da laçada não atravessa o anel que fica na agulha, formando irregularidades ao redor do trabalho. fica muito feio.


Veja como este trabalho  está mais homogêneo, as correntinhas estão do mesmo tamanho não há irregularidade na passagem do fio da laçada pelo anel da agulha.

SÍMBOLO DA CORRENTINHA NOS GRÁFICOS:

Nos gráficos de crochê você vai encontrar esta 'bolinha achatadinha' para representar as correntinhas que precisará fazer, de acordo com cada trabalho. Você precisará contá-las com cuidado pois qualquer erro nesta contagem pode comprometer a beleza e a perfeição do seu trabalho. Veja a seguir:

Onde você vê 'bolinhas achatadinhas' são correntinhas a serem feitas. A seta indica o começo


No gráfico abaixo a quantidade de correntinhas é indicada por números. Esta é outra forma muito utilizada no Crochê Irlandês. A linha curva próxima ao número indica o lugar onde ela ficará.


A CORRENTINHA NAS RECEITAS:




Nas receitas dos trabalhos em crochê, o Ponto Corrente ou Correntinha aparece abreviado da seguinte forma:

corr.  ou      pc 
                  (correntinha)              (de Ponto Corrente)

Os textos das receitas geralmente dizem: 

"Faça 5 corr." (faça 5 correntinhas), ou "trabalhe 5 corr.", variando o número conforme a necessidade. 


CONTAR OU NÃO O NOZINHO INICIAL?



Umas pessoas preferem não contar o nozinho inicial como sendo uma correntinha. Eu adotei contar ou não, conforme o tipo de linha que eu estiver usando. Fios mais escorregadios, os de seda por exemplo, deslizam e podem vir a desmanchar, comprometendo o começo do trabalho. Então faço um nozinho apertado e depois começo a contar as correntinhas. Fios muito finos são um pouco difíceis  de segurar no começo, pois o trabalho fica muito pequeno. Se o fio for muito grosso, como barbante ou lã grossa, o nozinho no começo do trabalho vai se destacar muito, então é melhor começar como nos mostra Sônia Maria no vídeo acima. Mas fica a seu critério. Com a prática você vai perceber o que é melhor em cada caso. 

Espero que tenha gostado desta aula. Treine bastante e assim prossiga para a próxima. Bom trabalho!

Postar um comentário